4 dicas matadoras para fazer seu visitante clicar naquele botão

Com a imensa oferta do “Faça você mesmo”, muitos empreendedores cuidam de seus próprios websites.

Pode ser até que você mesmo também cuide e seja um exemplo vivo do que estou falando.

Você pode usar plataformas baseadas em templates como Wix ou WordPress para criar um canal aparentemente profissional , escolhendo as diversas opções de design possíveis. Mais fácil do que nunca, você atualiza o design, coloca seu logotipo, ajusta as cores e textos. Fazendo isso, é quase certo que você cometa erros gravíssimos que resultam em perda de vendas.

Um dos erros mais comuns e ao mesmo tempo mais catastrófico é a negligência com as famosas chamadas a ação (Call to Action), que muitas vezes ficam mal feitas ou confusas. O cuidado com o texto usado no botão até os elementos que os cercam devem conduzir o usuário ao tão precioso clique.

Prestando a devida atenção nestes elementos, corrigindo e medindo os números de cliques após as alterações, você vai ver o quanto suas taxas de cliques vão melhorar. Se você ainda não mede suas conversões para tudo! Comece imediatamente ou pare de gastar seu precioso dinheiro e tempo com um canal na internet.  Quem não mede não controla, quem não controla não gerencia. Se você tem um negócio na internet e não mede nada, me desculpe, você está brincando de ter um site e não está aproveitando todo o potencial da internet para vender mais.

Vamos deixar de conversa e vamos partir para os pontos que você pode melhorar hoje, agora! Aplicando estas melhorias você vai conseguir muito mais cliques naquele bendito botão.

TESTE A FACILIDADE DE USO DE SEU SITE

Existe uma razão para UX (Experiência do Usuário) estar ganhando cada vez mais força no mercado. É muito importante que a abordagem utilizada no site contribua para resolver o problema de quem está visitando. Todos os elementos de comunicação devem servir ao visitante. Isso inclui o site ser bem visualizado no celular, tanto quanto no computador e tablet, além de ter botões e formulários fáceis de se achar e usar.

Uma técnica muito utilizada pelos profissionais de UX é entender os vários estágios que uma pessoa passa até tomar uma decisão para resolver o problema dela.

Quando alguém chega no seu site pela primeira vez, qual é a informação que ela está buscando? Em um e-commerce, os clientes estão mais interessados em encontrar um produto  específico, então os itens mais importantes neste caso são: campo de busca e uma navegação baseada em categorias. Estes dois recursos tem de estar a vista. Bem localizados e de fácil uso.

Os clientes vão querer comparar produtos? Se for este o caso, seu site deve ter um sistema de comparação de fácil uso em cada área que possa interessar ao seu cliente. Suas chamadas a ação (CTA) devem guiar o cliente baseado na fase específica de decisão que ele está.

GUIE SEU VISITANTE

Existe uma razão para sites conceituados como o da Amazon usar verbos em cada Call to Action. Verbos, obviamente, correspondem a ações, então ordens do tipo , “adicionar ao carrinho”, “adicionar a lista de desejos” e “se cadastrar” estimulam o visitante executar uma ação. Sua chamada a ação, deve ficar no mesmo lugar em todas as páginas, mantendo uma coerência, especialmente se a ação é algo que o usuário quer concluir de qualquer página do seu site, como “adicionar um item ao carrinho” ou “efetuar a compra”.

Diga ao usuário o que fazer. Seja explícito. Um Call to Action deve conduzir o visitante a próxima etapa no curso de suas ações.

USE CONTRASTE

Cores e posicionamento são cruciais no design de um site, ainda mais quando o objetivo é chamar a atenção de um usuário para um lugar específico da página. As chamadas a ação funcionam muito melhor quando não possuem nada disputando atenção ao seu redor. Se a chamada a acão for dada em um botão , deixe um espaços vazios ao redor dele. Não distraia o olho do visitante com nada. Nada de tentar empurrar milhões de informações neste momento, afinal, você quer o clique. O clique é o mais importante.

Os profissionais de design também usam contraste para criar maior apelo visual. Este contraste é conseguido trabalhando tamanho, luz, cor e posicionamento. O Call to Action deve ser desenhado de modo que capte o olhar. Um botão com bastante contraste com o fundo da página tende a seduzir mais a atenção do visitante.

EVITE RUIDOS

Muitos caem na armadilha de tentar empurrar todas as informações possíveis em cada tela. Este erro comum faz comm que o design se torne confuso e faça com que o visitante perca o interesse. Pior ainda quando a confusão está ligada a quantidade de Call to Actions presentes na mesma página. Do ponto de vista da experiência do usuário, você deve observar cada chamada a ação em cada página e se perguntar qual vai chamar a atenção do usuário primeiro? Seria a chamada que você realmente quer que ele clique? Defina prioridades e certifique-se de que as mais importantes estão atraindo mais a atenção.

Não sobrecarregue a página com várias Call to Actions, isso só confunde o visitante. Cada página deve ter um objetivo específico e único, correspondendo a uma única chamada a ação.

Para qualquer site vendedor as chamadas a ação são fundamentais. Usando as ferramentas disponíveis hoje, você pode determinar onde seu design vai ajudar suas chamadas a ação ou interferir nelas. Além das ferramentas como o Google Analitycs, você pode perguntar seus visitantes o que eles gostam e o que não gostam em seu site. Não importa como você vai chegar lá, a meta é criar chamadas que levarão seu visitante a executar a ação que você realmente quer.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *